6 tipos de crimes criptográficos e como mitigá-los

Criptomoeda ou moeda virtual está ganhando fama nos últimos anos em todo o mundo. Do setor financeiro aos sites de jogos, as pessoas são vistas com grande interesse nessa nova tecnologia. Os hackers roubaram cerca de 1 milhão de bitcoins de diferentes trocas. Por outro lado, influenciou significativamente os cibercriminosos a continuar executando suas atividades criminosas sem o medo de serem pegos. O motivo é que a criptomoeda se tornou uma forma segura e confiável de dinheiro, dando vantagem aos criminosos e lavadores de dinheiro que mantêm sua identidade anônima. Ainda existe um alto risco de fraudes nesses setores, mas esses casos podem ser resolvidos com antecedência, implantando soluções de verificação de identidade digital que desempenham um grande papel na mitigação do risco de fraudes.

Negócios de criptomoeda e golpes relacionados:

Os negócios de criptomoeda precisam obedecer às leis sobre KYC e AML, de acordo com as autoridades reguladoras. Os cibercriminosos estão usando esta plataforma para realizar muitas atividades fraudulentas, para combatê-las. São necessárias soluções de verificação de identidade digital.

  • Capacitar os terroristas:

Assim como qualquer outro criminoso, os terroristas também consideram a criptomoeda o meio mais seguro de arrecadar fundos para suas atividades e disponibilizar as demonstrações financeiras on-line sem interferir em nenhuma agência ou medo de ser pego. Manter a identidade anônima pode ser um problema para o funcionamento da moeda virtual. Relatou-se que US $ 5,2 bilhões foram lavados na Europa no ano de 2018.

  • Conformidade com AML e criptomoeda:

A criptomoeda é um centro de atenção para lavadores de dinheiro e cibercriminosos devido ao seu anonimato dos usuários finais. Golpes criptográficos podem ser evitados usando ferramentas de autenticação digital.

As organizações que não possuem canais adequados para autenticação terão que pagar pesadas multas por negligência e violação, de acordo com regulamentos rígidos. Para avaliar a legitimidade das criptas usando verificações AML, pode ser usado para autenticar usuários. Para atender à conformidade com o GDPR, há uma extrema necessidade de medidas de LBC em tempo real para as organizações. A lavagem de dinheiro tornou-se muito fácil, transportando milhões de dólares através das fronteiras com este mundo globalizado sem ser pego pelas moedas digitais. Está se tornando um refúgio para os criminosos usarem criptografia para seus golpes, pois a criptomoeda não exige autenticação de identificação.

  • ICOs falsas:

Essas ofertas iniciais de moedas (OICs) são descartadas logo após atrairem investimentos suficientes. Esta é a fraude mais prevalente. Esses tipos de moedas não oferecem nenhum tipo de utilidade, mas muitas promessas aparecem.

  • Portagem de telefone:

Nesse caso, o fraudador rouba a identidade da vítima e a usa para ligar para o provedor de serviços telefônicos para transferir o número para outro provedor. Eles desconectam a vítima de todas as suas contas. Mesmo quando a vítima tenta redefinir senhas, os códigos de verificação não chegam ao telefone.

  • Carteiras on-line ou central de troca

Quando os investidores armazenam criptomoedas em uma carteira online, pode ser um alvo fácil para hackers. Com bastante sofisticação, esse tesouro pode ser invadido. As trocas de criptomoedas são vulneráveis ​​a esses ataques letais.

  • Trocas escuras:

Muitas trocas duvidosas estão torcendo para que troca de criptomoedas confiar? Um grande número de trocas de criptomoedas nem mesmo mantém a conformidade com KYC e AML e pode gerar uma presença on-line que parece credível na superfície apenas para roubar dinheiro dos investidores.

Verificação de identidade digital - resolvendo a equação para fraudes:

A criptomoeda tem um grande potencial de mercado não para indivíduos, mas também para empresas; as plataformas de criptografia devem ser regulamentadas adequadamente pelas agências governamentais para impedir os cibercriminosos e os lavadores de dinheiro. Atualmente, porém, está provando ser uma felicidade para os criminosos, pois as organizações não cumpriram as leis e os regulamentos de combate à lavagem de dinheiro. Isso afetou drasticamente seu valor de mercado. As criptas terão que enfrentar severas penalidades legais em caso de violação da lei.

Efeito de KYC e AML na criptomoeda:

Com transações seguras, o mundo das criptografia será um lugar muito melhor. As verificações KYC e AML limitarão o número de fraudes e evitarão grandes perdas e pesadas multas. Os crimes de criptografia podem ser reduzidos apenas se a identidade dos investidores de ICOs e usuários na bolsa de criptomoedas for devidamente verificada usando bons canais. Para o KYC, as informações completas devem ser trocadas adequadamente e verificadas minuciosamente em relação ao documento de identificação original emitido pelo estado.